Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas
no Estado do Rio de Janeiro

 

Notícias

  02/02/2017

FAU UFRJ anuncia que só retornará às aulas mediante a adequação de suas intalações

A Congregação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FAU UFRJ), reunida no dia 1o de fevereiro deste ano, deliberou o adiamento do início do período 2017.1 até que sejam providas condições mínimas para o funcionamento da unidade.

A faculdade está abrigada no Edifício Jorge Machado Moreira (JMM), na Ilha do Fundão desde 1961, sendo o primeiro construído no campus.

Há muito tempo o edifício demanda de manutenção adequada para o pleno funcionamento de suas instalações.

O estopim foi o incêndio ocorrido no dia 03 de outubro de 2016, que inviabilizou a maior parte das atividades que aconteciam no prédio. Seguido da inundação da biblioteca, danificando diversas obras raras.

A Reitoria, a Escola de Belas Artes (EBA), o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) e os dois programas de pós-graduação da FAU, o PROARQ e o PROURB, também utilizavam o JMM e precisaram ser transferidos em grande parte.

Atualmente a FAU e a EBA estão ocupando do térreo ao 3o andar do edifício (de um total de 9 andares), tendo muitas aulas ministradas nos corredores e em espaços adaptados, longe de condições de ensino, segurança e bioclimática adequadas.

 

De acordo com a resolução da congregação da FAU, as aulas do período 2017.1 só terão início ao serem atendidas as seguintes condições:

"a) ampliação da ocupação do Bloco A do Edifício JMM com a utilização do térreo, mezanino, 3o, 4o e 5o pavimentos em condições plenas de alimentação da rede elétrica, inclusive com suprimento trifásico de energia para aparelhos de ar condicionado (objetivando a garantia do funcionamento das atividades de laboratórios e equipamentos de informática), instalações hidrossanitárias, telefonia e rede lógica;

b) garantia de acessibilidade aos usuários através da operação dos elevadores que atendam à demanda de tráfego do edifício;

c) contratação de empresa para a realização das obras de recuperação estrutural do 7o, 8o e 9o andar do Edifício JMM, e de instalações elétricas e hidráulicas definitivas de todo prédio, com apresentação do respectivo cronograma das obras;

d) apresentação por parte da administração central da UFRJ de Projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico para o Edifício JMM;

e) requalificação do Bloco D, em particular no que se refere a sua precária alimentação elétrica e das deficientes condições de iluminação;

f) garantia das condições de segurança e salubridade do Edifício JMM, com intensificação das ações de manutenção e limpeza, e regular manutenção técnicas dos sanitários."

 

Recentemente a reportagem do SBT Rio esteve no local, noticiando as situações enfrentadas pela comunidade acadêmica:

 


•  Veja outras notícias
 
SARJ - Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas no Estado do Rio de Janeiro - CNPJ 34.262.469/0001-10
Avenida Venezuela, 131  -  Salas 811 a 815  -  Saúde  -  Cep: 20081-311  -  Rio de Janeiro / RJ
Fones: (21) 2544-6983    /    (21) 2240-1181    •    E-mail: secretariaexecutiva@sarj.org.br