Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas
no Estado do Rio de Janeiro

 

Notícias

  14/03/2017

FeNEA adere à Luta Contra a Reforma da Previdência

Em carta divulgada em sua página do facebook, a FeNEA - Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, declarou apoio à luta contra a Reforma da Previdência e à paralisação nacional articulada para o dia 15 de março.

 

Leia abaixo a carta na íntegra:

"GREVE 15 DE MARÇO
No último mês de 2016, o governo Temer, após a aprovação da PEC do teto de gastos e a reforma do ensino médio, que trouxeram consigo ataques profundos à educação de nosso país, enviou para a Câmara mais uma de suas proezas: uma Proposta de Emenda à Constituição, PEC nº 287, almejando mudanças no direito da aposentadoria de nossos trabalhadores bem como ao acesso a outros benefícios previdenciários.
A PEC citada, traz o desmonte da previdência pública prevista na constituição de 1988 e se aprovada, vai jogar na miséria milhões de brasileiros e brasileiras quando chegar a hora de sua aposentadoria.
Mas onde nós, juventude, entramos neste barco? 
Hoje, um jovem que começa a trabalhar aos seus 16 anos, com carteira assinada, poderá se aposentar após 35 anos de contribuição (caso seja homem) ou 30 anos, caso seja mulher. 
Vislumbrando uma possível aprovação da PEC 287, este mesmo jovem terá de trabalhar 49 anos (até os 65 anos), isso, no caso de não ser demitido.
A medida traz ainda o retrocesso da igualdade no tempo de contribuição de homens e mulheres sem pensar em nossa sociedade machista que impõe às mulheres além da jornada de trabalho remunerado, o trabalho doméstico. E ainda, esses mesmos 49 anos valerão para o jovem que começa a trabalhar apenas após a universidade com 22 ou 23 anos. Este, no caso de estar vivo, se aposentará aos 70 anos. 
Por esses motivos e em defesa da lei do piso, o Congresso da Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação (CNTE), realizado em janeiro deste ano, deliberou o início da greve da categoria, por tempo indeterminado, a partir do dia 15 de março. 
É hora da juventude se organizar e mais uma vez somar ao lado dos trabalhadores e trabalhadoras contra esta “reforma”. E os estudantes de arquitetura tem muito a contribuir: A reforma da previdência e mudanças nas leis trabalhistas podem modificar de forma negativa a dinâmica da cidade, e intensificar problemas urbanos como a falta de transporte público, a má localização e disposição de equipamentos públicos (como postos de saúde) e a exclusão sócio espacial. Cada estudante, organização política e entidades estudantis devem se engajar nesta causa em defesa da educação gratuita, pública e de qualidade.

I Conselho Nacional de Entidades Estudantis de Arquitetura e Urbanismo de 2017

 

Documento aberto e colaborativo onde você pode acrescentar os atos e manifestações da sua cidade:

https://docs.google.com/spreadsheets/d/1gazRcKQmhl-6XGi3QCAuCrS1UK4mlEJXibf63tZ9Oxg/edit?usp=sharing "

 

Por Imprensa SARJ


•  Veja outras notícias
 
SARJ - Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas no Estado do Rio de Janeiro - CNPJ 34.262.469/0001-10
Avenida Venezuela, 131  -  Salas 811 a 815  -  Saúde  -  Cep: 20081-311  -  Rio de Janeiro / RJ
Fones: (21) 2544-6983    /    (21) 2240-1181    •    E-mail: secretariaexecutiva@sarj.org.br